Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Conversas de um gajo sem interesse!!


19
Dez10

Lista de Prendas - Parte III

por CesarLopes21

Em relação às prendas motorizadas, e não motorizadas, penso que é obvio para um gajo como eu, rico em requinte na escolha do dia-a-dia. E as pequenas coisas para mim têm muito valor. Tipo os relógios, gadgets, livros e vestuário.

 

Entre alguns acessórios mais refinados, a minha primeira grande escolha, apaixonante e requintada, são os relógios:

 

1ª Escolha – OMEGA, pois claro. E de preferência o Speedmaster;

2ª Escolha, Tissot, quero um. E prontos. Tissot T Touch Expert II;

3ª Escolha, Seiko;

4ª Escolha, Breitling ou o Breitling for Bentley;

5ª Escolha, porque também sou modesto, um Camel Active.

 

Depois, vêm algumas peças de vestuário. Aqui também não sou esquisito. Mas há por aí uns casacos da Timberland do género 3-em-1. Da mesma marca, existem umas sapatilhas muito jeitosas. E por falar em sapatilhas, está por aí um frio do catano, por isso que tal umas botas, estas da Merrel. Ou vice-versa, ou seja, sapatilhas da Merrel, e botas da Timberland. É á escolha do Pai Natal.

 

Ainda pela roupa, se não poder ser o casaco da timberland, existem tanto na SportZone como na Dechathlon algo semelhante, mas mais barato e mais pró-aventura!

 

Porque andar na bicla nova exige também equipamento novo, Pai natal num te esqueças que tenho o equipamento já a pedir reforma, e preciso de roupa de inverno, vai á SportZone, ou á Dechathlon, vai onde tu quiseres, mas desenmerda-te, eu quero equipamento para andar de bicla, porque com este frio que não se pode. Já agora quero uns sapatos novos, esmera-te na escolha, mas estive a ver uns muitos porreiros da Shimano… coisa barata portanto.

 

Quem fala em vestimenta, fala também em acessórios. Eh pah quero um pulsómetro melhor que este que eu tenho. E na onda do BTT, preciso de uma mochila de hidratação nova. Aquela que me deram no bike tour, é uma caca. Já agora, neste tempo de frio num se pode sair muitas vezes de casa, mas preciso de manter a forma. Existem uns “rolos” manhosos para poder treinar com a bicla em casa…

 

Falando em treinar, salto já para equipamento para pdoer continuar a fazer ginásio. Umas sapatilhas adequadas vinham mesmo a calhar. Vai á Dechathlon, que elas lá são baratinhas. E já agora umas pecitas de roupa. Coisa pouca. E porque não gosto muito da música do Gym, manda aí um MP4, daqueles que até têm wi-fi… e lê cartões. Já agora envia junto uma bolsa para o cujo, para colocar no braço, é mais ergonómico, e uns auscultadores mais em conta, tipo Seinnheiser.

 

Quero um portátil. Pode ser Asus, Acer ou até mesmo Toshiba. Prefiro a última, e de preferência um portátil com 17” de ecrã e com teclado numérico. A juntar a isso uma mochila para levar o equipamento e um bom contrato de internet de banda larga móvel. Um portátil exige também uma base para levar o portátil para a cama. Está frio como já tenho dito.

 

Preciso também de actualizar o meu PC, faz um barulho tremendo é urge por uma placa gráfica mais actual e que aguente programas de edição de fotos e vídeo. A memória também é fraca. Preciso de 1gb de memória RAM. Detesto este teclado que me faz dar erros sempre que estou no MSN a falar com a malta. E um rato, de preferência óptico mas com cabo.

 

Pensei depois em alguns acessórios para a minha nova fase mais aventureira. Um canivete suíço, daqueles que dá para fazer um arranha-céus apenas com a ferramenta de saca-rolhas. Pedia também uma tenda de campismo fáceis de montar/desmontar, com algumas divisões, género apartamento.

 

E porque sou um gajo culto, também gosto de ler. E muito. Por isso aí vêm os títulos de livros que gostaria de receber:

 

“O Fim do Império Romano” e “César, a vida de um colosso”de Adrian Goldsworthy;

“A escrava de Córdova” e “A profecia de Istambul”, de Alberto Santos;

“O Sétimo Selo”, de José Rodrigues dos Santos;

“Uma casa na escuridão”, “Morreste-me” e “O Livro” de José Luís Peixoto;

“Que cavalos são estes que fazem sombra no mar”, de António Lobo Antunes;

“Ir e voltar. Sociologia de uma colectividade local do Noroeste Português (1977-2007)”, de vários.

 

Para já é tudo. E mesmo assim, ao fazer esta lista achei pouco. Muito pouco. Não sou muito exigente, por isso achei a lista, mesmo dividida em 3 partes, um pouco fraquinha. Contudo lanço um aviso sério ao Pai Natal: No ano passado ardeu, este ano é bem pior!

 

É que ele não se venha queixar da crise. Para queixas já me basta a mim. Por isso vê se atinas ó “barbas”!

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog