Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Conversas de um gajo sem interesse!!


31
Jul16

Um post bastante reconfortante para reiniciar a actividade neste blogue, que há muito que anda pelas ruas da amargura. Seja pela falta de tempo e paciência, seja pela falta de inspiração.

 

Ao fim de muito tempo para reflectir qual o rumo que iria seguir, (mas que ainda não cheguei a qualquer conclusão) deparo-me a pensar no assunto novamente, sentado numa esplanada à 1h20 da manhã, e logo no assunto “dinheiro e putas”.

 

É certo que ambos estão associados, para se foder uma puta é preciso ter dinheiro, quando se tem dinheiro, não faltarão putas na vida de um gajo. Putas vendidas, umas caras, outras mais baratas, mas dinheiro é como um íman à devassidão do ser humano. Não querendo generalizar, porque amigos e amigas decentes ainda não vão faltando, a verdade é que chego ao fim dos meus 32 anos, porque estou quase a chegar aos 33, e deparo-me com uma situação confusa, sem objectividade, uma meta, um plano e claro, sem futuro. Penso nisso todas as noites desde os últimos 4 ou 5 anos (nem isso ao certo sei de tão perdido que estou).

 

A lógica de tudo isto, da relação entre as putas e e o dinheiro com a minha vida, simplesmente não existe. Tudo está baralhado. Ao fim destes anos todos sem escrever no blogue, e ter relido e apagado tudo o que escrevi desde a criação até à última vez que escrevi, admito que não me identifico naquela pessoa. Sinto que sou um gajo diferente.

 

É certo que muita coisa mudou. A primeira é que já não se dá tanta importância aos blogues. A partir daqui encontro vantagens e desvantagens. A melhor das vantagens é o facto de poder escrever o que quiser sem ter receio que me reconheçam. É quase um anonimato.

 

A segunda mudança: aquele chorão que aqui antes debitava, a lamentar-se da merda de vida que levava, desapareceu. Não que a vida melhorasse, mas simplesmente deixei de me lamentar e fazer figura de coitadinho. O blogue vai seguir a sua natureza: conversas e coisas de gajo… sim eu sei, há na blogspot um blogue com o mesmo nome, mas azar: este é o original.

 

Terceira mudança: acabei por me tornar mais racional. Mais lógico. Nada na vida acontece porque está escrito nos astros. Tretas e desculpas daqueles que passam a vida a lamentar-se da falta de sorte. Não acredito em destino, mas sim em escolhas. Se estivesse escrito, algures num site de downloads daria para “sacar”.

 

Quarta mudança: fiquei sem namorada, porque acabei com a porca ao fim de quase 7 anos de relação. E mais trágico, perdi o meu pai. O que fez com que começasse a ver as coisas de outra forma, de outro ângulo.

 

Quinta mudança: estou muito exigente, seja com questões profissionais, familiares, amizades e até amorosas. Escolho bem, muito bem, demasiado até, com quem quero estar, com quem quero conversar, quem são os meus amigos.

 

Mas muita coisa continua na mesma. Só que adormecido. Sei que o coração continua parvo,mas vou tentar sempre manter o gajo adormecido e apenas a trabalhar com as suas funções básicas e lógicas: bombear sangue para o resto do corpo.

 

O coração andou a tramar os meus planos de me manter uma pessoa insensível, fria e calculista. Racional e que controla as suas emoções. Tudo no mundo em meu redor é trágico, mas os problemas da minha vida já me fazem ocupar o meu precioso e limitado tempo. Lamento, mas já não consigo pensar tanto nos problemas dos outros. Talvez um dia consiga. Agora não.

 

Para concluir, e para perceberem o quanto demorou a escrever esta publicação, pensem que uma semana não chegou. Como em tudo na vida gosto de perfeição, contudo não confundam com pessoas perfeitas. Isso não existe, mas eu depois explico.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog